• Postagens com a categoria ‘Viajando

    Dias 2 e 3 da viagem à Maiorca

    Dia 2 – Es Trenc e Colonia de Sant Jordi

    Hoje decidimos começar o dia na praia de Es Trenc, essa praia era pra ser uma praia de nudismo, mas pelo menos na parte em que fomos não tinha ninguém pelado hahahahah (depois descobrimos que os peladões costumam ficar mais para a direita de quem entra na praia, onde há mais privacidade).

    A praia era simplesmente linda, água transparente, temperatura agradável e areia fofinha. Sentamos em umas espreguiçadeiras espalhadas pela praia e depois nos vieram cobrar 18 euros pelas 2! Combinamos de sentar nas toalhas nas próximas vezes rsrsrsrs Ah, o estacionamento da praia é super organizado e custa 6 euros…

    Elegemos Es Trenc como a praia mais bonita da Ilha e a nossa preferida.

    Foto 1 Foto 2

    Foto 3

    Como o tempo infelizmente fechou e já estávamos lá perto, fomos conhecer Colonia de Sant Jordi. A praia do perto é bem sem graça e então resolvemos almoçar. Fomos em um restaurante chinês bem tradicional chamado Gran Muralha, a comida era bem simples, mas saborosa e barata.

    Foto 4

    Como já estava chovendo, fomos só dar uma olhadinha na praia de Es Estancs, também em Colonia de Sant Jordi e voltamos para casa.

    Muitas praias!!!!!!!!!!!!!

    Muitas praias!!!!!!!!!!!!!

    À noite fomos conhecer o gigantesco El Corte Inglés, localizado bem no centro de Maiorca. O tamanho nos impressionou muito, são seis andares enormes separados por segmentos, com tudo que você pode imaginar em produtos de beleza, roupas, bolsas, calçados e eletrônicos, até mesmo uma parte reservada para pet. No primeiro andar tem um local para todos os turistas pegarem um cartão de desconto de 10% somente em roupas e bolsas, achei bem estranho porque em 2012 o desconto valia para todos os itens da loja em outros lugares da Europa.

    Quando a fome apertou, fomos em um bar de tapas bem pertinho do El Corte Inglés chamado La Botana, os tapas eram ótimos e os preços bem enxutos, recomendo. Os pinchos (um tipo de torrada com muita cobertura de várias tipos) custavam em torno de 1,15 euros. É só pegar no balcão e comer quantos quiser.

    Dia 3

    Hoje começamos o dia indo até a praia de Palmanova, e para quem está acostumado com praia no Rio e Nordeste, Palmanova não é nenhuma novidade, mar calmo, água gelada e rodeado de prédios e restaurantes. Não ficamos por lá e partimos para Magaluf.

    Foto 5,2  Foto 6

    Magaluf não foge muito a regra das praias comuns, mas a cidade tem um charme diferente, perto da praia esta lotado de bares diferentes e boates e à noite deve ficar bem agitado. A praia estava vazia e o mar também é super calmo. Para quem gosta de noitada e agitação, sugiro ficar hospedado em Magaluf.

     Foto 7 Foto 8

    De lá fomos para Santa Ponça, também é uma praia muito urbana, maior que as duas primeiras e com um visual mais bonito. Logo atrás do Mc Donalds da orla, tem um estacionamento gratuito. A água, como nas outras, estava bem geladinha. Ficamos por lá um pouco, mergulhando e curtindo o sotaque dos alemães que enchiam a praia (a ilha é lotada de alemães e ingleses por todos os lados).

    Foto 9  Foto 10

    Saímos de lá e, por pura coincidência e seguindo algumas placas a esmo, fomos parar na praia de Fornelis e faltam palavras para descrever. É uma praia minúscula, cheia de pedras, com um mar muito azul, água muito transparente e muitos peixinhos. É liiiinda, mas estava um pouco cheia. Bem na frente na praia tem dois hotéis enormes e como o acesso a praia é um pouco difícil, acredito que a galera do hotel acabe ficando por ali mesmo.

    Foto 11

    Maravilhados com Fornelis, fomos conhecer o porto de Andraxt. A paisagem é linda e a orla é lotada de restaurantes e lojinhas charmosas. Só tiramos algumas fotos e fomos embora.

    Foto 12

    E no meio do caminho….

    Foto 13

    Como ainda estava um pouco cedo para voltar para casa, olhamos no mapa e decidimos ir em direção a Cala Figueira. Subindo a estrada, nos deparamos com uma estrada indicando duas praias. A primeiro é Portal Velis, uma praia pequena e com uma visual bem bacana com um restaurante.

    Foto 14

    Ficamos ali por cinco minutos e depois fomos para a praia de El Mago e ali a paisagem era ainda mais impressionante. Linda linda e minúscula. Ali perto havia uma indicação que a El Mago era uma praia de nudismo, mas como o sol já havia se posto, só havia uma família (alemã) almoçando no restaurante.

    Ainda assim a praia era linda e a água totalmente transparente! Com sol deve ficar muito bonito.

    Foro 15  Foto 16

    Nossos pézinhos na água transparente..

    Foto 17

    À noite fomos para o centro comer uns tapas e depois de ver algumas indicações paramos no Bar España e UAUUUUUU!!! A comida é maravilhosa, o atendimento ótimos e preços super razoáveis. Recomendamos com força, mas é preciso chegar cedo… Chegamos as 20h e só conseguimos lugar no balcão. A graça lá é pegar os pinchos (pinxos) que os garçons colocam no balcão, são como bruschettas com recheios super diferentes e gostosos.

    Foto 18

    Beijos,

    Marcelia Hercowitz

    Zoo Miami

    Oi gente, vim deixar aqui a dica que eu postei mais cedo no instagram sobre o Zoo Mami, que é um lugar super lindo e aconchegante. Foi um passeio que eu amei fazer por Miami, um passeio bem família, bem tranquilo.

    10893465_881105595275718_1556027448_n 10877551_881105608609050_1265821606_n

    Eu tenho certeza que vocês não vão se arrepender de conhecer esse lugar maravilhoso. Tem espaço para fazer piquenique, passeio de pedalinho com toda segurança e muito mais.

    photo

    10888222_881331061919838_744964858_n 10893379_881331018586509_1616369364_n 10872551_881330855253192_828566299_n

    Levem roupa de banho para as crianças, pois há um delicioso chafariz no chão, onde as crianças podem correr, brincar e se refrescar na água.

    zoo_miami_8

    O momento auge do zoológio, é a hora de dar comida para os animais (girafa, rinoceronte e papagaio/arara). Fiquem atentos aos horários porque a alimentação dos animais tem horários específicos de abertura e encerramento para dias de semana e finais de semana:

    • Giraffa

    Segunda a sexta de 11h às 16h e fins de semana de 11:30h às 16h

    US$ 3,50 por alimentação; US$ 11,00 por cesta de comida

    • Papagaio/Arara

    Todos os dias de 12h às 16h

    • Rinoceronte

    Todos os dias de 12:30h às 15h

    US$ 3,50 por pessoa (por alimentação ou outro tipo de encontro)

    veja mais detalhes clicando aqui.

    10893699_881105765275701_1273542030_n

    Eu fui nesse zoo algumas vezes, para vocês terem noção do quanto é gostoso, é um zoológico bem diferente dos que a gente conhece aqui no Brasil. É um lugar muito encantador. O ideal é chegar cedo e alugar a bicicleta família, porque zoológio é muito grande e ajuda bastante na locomoção além de ser muito divertido, as crianças adoram. Veja aqui os preços e tipos de bicicleta.

    10872664_881105745275703_932365585_n 10899712_881105731942371_1824108942_n

    Veja mais informações sobre o zoológico no site oficial deles:

    zoomiami.org

    Roteiro de viagem para Maiorca!

    Oi pessoal, tudo bem?

     

    Antes de passar o nosso roteiro e contar como a nossa viagem foi
    fantástica, vou explicar o que muita gente me perguntou nos
    últimos dias: “Por que Maiorca?”

    Para ser muito sincera, antes de comprar a passagem aérea, eu nunca tinha ouvido falar em Maiorca.

     

    Acontece que no início do ano, eu e Di (meu marido) resolvemos que gostaríamos de passar nossas férias novamente na Europa, mas ainda não havíamos definido muito bem os países e estávamos aguardando uma boa promoção de passagem aérea
    surgir, até que surgiu uma promoção muito boa da Tam para vários destinos espanhóis, mas a maioria já havíamos conhecido, como Madrid, Barcelona, Sevilha, entre outros, e Maiorca! Como nunca tinha ouvido falar, pesquisei por Maiorca no Google Imagens (façam isso para vocês entenderem o que estou dizendo) e no minuto seguinte estávamos comprando as passagens.

     

    Bom, foi assim que escolhemos Maiorca!

     

    Na programação da viagem, alugamos um carro para todos os dias que ficaríamos em Maiorca na empresa Centauro. Pesquisamos e foi o preço mais justo que encontramos. Acredito que para Maiorca ser bem aproveitada, o ideal é alugar um carro pelo menos na maior parte dos dias.

     

    Assim que chegamos no aeroporto, fomos pegar o carro. A Centauro fica do lado de fora do aeroporto, é necessário pegar uma van disponibilizada pela própria Centauro para chegar até o escritório e ao pátio dos carros. Demoramos um pouco para achar a van e depois de muito tempo de vôo (fizemos Rio x São Paulo x Madrid x Maiorca), isso não foi muito legal, mas tudo bem.

     

     

    Ficamos hospedados em um studio que alugamos através do AirBnB. O studio é bem pequeno e fica um pouco afastado do centro, mas como estávamos de carro, isso não foi um problema. O studio fica localizado em um bairro bem residencial, com umas ruas muito estreitas e quase sempre era uma luta para conseguir vaga. Ali perto tem um estacionamento que é cobrado 18 euros a
    diária. Fomos recepcionados por um brasileiro muito simpático que nos mostrou o studio. Clique aqui e veja o studio que ficamos.

     

    Agora, finalmente, vamos ao roteiro:

     

     

    Começamos pegando o carro e indo até Porto Cristo, onde ficam localizadas Las Cuevas del Drach. O percurso demorou cerca de 1 hora. Compramos os ingressos por 13,50 euros (cada) e aguardamos a nossa hora de entrar. A caverna é simplesmente enorme e incrível, lotada de estalactites e estalagmites, com água cristalina ao redor. No final do passeio, que dura cerca de 1 hora, chega-se em um salão enorme com vários bancos virados para o Lago Martel, o maior lago subterrâneo do mundo, localizados a 25 metros de profundidade. Nesse momento, todas as luzes se apagam e então surgem três barquinhos iluminados e, em um deles, quatro músicos tocando música clássica. O espetáculo é bem rapidinho, mas bonito e diferente do que estamos acostumados a ver. A saída da caverna pode ser feita através do lago, pelos barcos iluminados ou a pé pelas escadas. A fila para pegar o barco era tão grande que desistimos e o percurso tão curtinho que preferimos ir pela escada mesmo.

     

    Como estávamos apenas com o celular, as fotos não ficaram tão bonitas:

    Foto 1

    Las Cuevas del Drach – Porto Cristo

    Foto 2

    Las Cuevas del Drach – Porto Cristo

    Foto 3

    Las Cuevas del Drach – Porto Cristo

     

    Saindo dalí, fomos conhecer a praia de Porto Cristo. Praia muito bonita, mas como tem um porto logo ao lado, acredito a movimentação de barcos pequenos e grandes, atrapalhe um pouco o visual. Almoçamos em um restaurante caro e caído ali na praia mesmo, que não vale nem a indicação e então partimos para Cala Rajada.

    Foto 4

    Praia de Porto Cristo

     

    Chegamos em Cala Rajada e ficamos impressionados como o charme dos restaurantes que beiram a orla ali perto do Porto. São todos fofos e aconchegantes, se soubéssemos teríamos deixado para almoçar por ali. Pelo menos na parte que conhecemos não havia areia, apenas o mar e muitas pedras. Tiramos algumas fotos fantásticas e partimos para Cala Mesquida.

     

    Foto 5

    Cala Rajada

     
    Foto 6

    Cala Rajada

     
    Foto 7

    Cala Rajada

     

    Como o sol já estava se pondo (como estamos na meia estação, o sol se põe por volta das 17/18h) e começando um vento frio, quase deixamos de ir para Cala Mesquida, ainda mais porque lemos que era um lugar menos movimentado, mas acabamos que fomos mesmo assim e não nos arrependemos. Mesmo já escurecendo, a praia é linda e a água transparente. Para a nossa surpresa, a água estava quentinha e não resistimos, entramos assim mesmo, já com a lua aparecendo no céu. Foi simplesmente fantástico e elegemos como uma das praias mais bonitas de Maiorca.

     

    Foto 9

    Cala Rajada

     

    Olha a gente aí:

    Foto 10
    

    Até a próxima!

     

    Beijos,

     

    Marcelia Hercowitz

    1 2 3 4